sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Chamo-me Pedro Soares.

Gosto de artes e das mais simples coisas que a Terra nos dá. Sou capaz de ficar a olhar para uma imagem sem nunca me cansar, tento descobrir o que significa cada cor ou traço que vejo com a curiosidade que uma criança tem quando anda, por exemplo, atrás duma borboleta pela primeira vez na vida. Às vezes sinto uma tão grande vontade de criar, de inovar, de crescer dentro de mim, crescer no que de melhor sei fazer… Arte! Vontade de riscar, de sujar as mãos, pego em material e PUUM! A minha imaginação bem solta e bem presa ao mesmo tempo na minha cabeça, a pensar no que hei-de fazer a seguir!... As ideias cá dentro, fogem como manteiga numa frigideira, tenho de as agarrar… As minhas mãos deixam de me pertencer, correm com uma energia vinda bem cá de dentro do meu ser. Começo a criar sem sequer me aperceber e quando menos espero, estou noutro mundo, o meu… de repente abro os olhos para o mundo real e cá estou eu, com um texto à frente vindo nem sei de onde…

Enviar um comentário