segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Sou Bárbaro por Natureza, mas aprisionei-me em Roma e agora não me aceitam de volta. É assim, pensamos que podemos mudar para melhor, pensamos que podemos ser mais organizados e edificar grandes monumentos. Mas no fim acabam sempre, os pobres romanos, por perder tudo. E aí estão eles, são os bárbaros, fortes e humanos, castros por natureza.
Enviar um comentário