terça-feira, 12 de julho de 2011

Dir-te-ei sempre a verdade, desculpa

Não digas que era, não era! O sentimento é sempre diferente, sempre. Uma vez com mais paixão, outras com mais exaltação... Um dia é mais fraco mentalmente, mais carnal; no outro sentido de uma forma mais consciente. Às vezes mais sentido que outras, mas puro sempre. O amor é isto, é uma coisa que ninguém descreve e possivelmente é por isso que não me faço entender... O que importa verdadeiramente é que seja puro! E sempre foi, no primeiro dia mais pioneiro, hoje mais nosso, mas sempre puro! E é sempre mais puro.
É o nosso amor...
Enviar um comentário