segunda-feira, 27 de maio de 2013

Há dias e dias

Há dias e dias.
E há dias em que me apetece apenas amar.
Amo tudo. Amo a vida que tenho
E a que levo,
Amo a bicicleta que me leva,
A mala que me fica bem
E a namorada que me tem.
Amo assim, com clareza,
E alguma firmeza. A necessária.

Há dias e dias.
E há dias em que me apetece passear à beira mar.
Calmamente e até ao dia seguinte.
Enviar um comentário